12 de dez de 2015

O que aconteceu depois?

Depois de tanto idealizar, consegui realizar. Após estabelecer tantas metas, consegui cumprir a mais importante: Cheguei! Um sentimento que me enche, me completa e me faz ver que tudo é uma questão de tempo e, acima de tudo, dedicação.
Depois do primeiro passo, tudo o que passou e que tanto me afligiu, finalmente, ficou no passado, e hoje é tão insignificante. Tantos sentimentos e amizades (que um dia pensei serem verdadeiras) se foram, como um dia vem e o outro vai. E eu não me importei, e continuo não me importando.
Nada mais importa, pois após o "depois", muito aconteceu. Aquele sonho imaturo que cultivava quando criança, já não parece tão imaturo depois do primeiro passo; àquele sentimento de não pertencer ao lugar onde diziam que eu devia estudar, morar e casar tornou-se mais intenso. Eu dei o primeiro passo, e gosto de frisar isto porque depois do mesmo, vi novas paisagens, conversei em outros idiomas, conheci pessoas incríveis e me apaixonei pelo diferente. E isto é a única coisa que realmente importa.